domingo, 13 de junho de 2010

Impotente...

Sinto-me impotente perante a vida, perante o mundo, perante as pessoas… Alegria foi-se… A tristeza apareceu…
Fazes-me falta…
Tanta gente me faz falta…

Gente que não voltarei a ver, gente que me abandona…
Perante tudo isto sinto me impotente para ajudar seja quem for, para sorrir, para viver… sinto minha alma a fraquejar, porque tu não estás comigo…
Sinto-me sem força para agarrar o caminho… Vejo-me como que “apodrecer” numa prisão sem grades…

Não sei que rumo tomar, tenho a cabeça às voltas e não chego a conclusão nenhuma…
Sinto-me impotente para tanta coisa…
Não consigo ajudar ninguém, não consigo  fazer rir ninguém, não consigo chorar, não consigo pedir desculpas… Não consigo…
Só espalho tristeza onde quer que passe
Sinto-me impotente perante os obstáculos da vida…

Preciso de ti, da tua força, das tuas palavras, de sentir que estás comigo…

Fazes-me tanta falta… :’(