sexta-feira, 14 de maio de 2010

Será Deus Culpado?

O homem tem a estranha mania de querer polarizar as coisas. Quem é o culpado, quem não é? Você aceita regras ou não? Você acredita em Deus ou não? Bem dessas três perguntas, apesar de todas elas te levarem a consequências tristes ou não, dependendo da sua resposta à terceira pergunta você terá sérios problemas.
Você pode estar achando que estou exagerando, que as pessoas hoje estão mais abertas, menos preconceituosas, ou até mesmo "os tempos são outros". Ok, em que estado você mora? Em que país? Afinal em que planeta? Tudo é tão claro, não enxerga quem não quer ver, se você não acredita em algo ou alguém é duramente criticado, considerado como alguém sem escrúpulos e isso por que não segue as tais regras que o Cristianismo, Budismo...e tantas religiões ditam.
Penso que o mundo realmente seria muito melhor se os tais seguidores seguissem à risca o que lhes é pedido. Ex: Se existe realmente livre arbítrio, se eu tenho escolha, por que não sou respeitado por essa escolha? Aliás, quem puder fazer o favor de mostrar a veracidade da existência do real livre arbítrio por favor, mostre. Liberdade mesmo, sem nenhuma ameaça por trás ainda não vi, sempre há algo como ou você me adora ou você vai ter sérias consequências. Me perdoem, mas essa não é nem de longe a atitude de um "pai". Não julgueis a ninguém (ROM 2,21 e Tiago 4,12). Amai os vossos inimigos e fazei o bem (lucas 6,35), essa eu queria ver na prática, o que eu observo é que quando você não comunga da mesma fé você já é considerado um inimigo e é tratado com "muito amor". Não vá além do que está escrito (I Cor 4,6), acho que com esse último versículo fecho o meu pensamento de que cada um viva o que te dá prazer em viver. Eu sei da importância da religião na vida de muitas pessoas, sei que sem ela muita gente não conseguiria viver, porém, existem pessoas que conseguem, que optaram por não aceitar ou acreditar, e isso não quer dizer que se tornou ruim, ou mal, ou simplesmente do capeta. rs